A Caça às Bruxas é atual?

A Caça às Bruxas é atual?

Esta história aconteceu em grupo aberto.

Por favor, não julgue até entender o contexto da história. Leia até o final.

Para esclarecer, sempre trabalhei com grupos abertos e grupos privativos. Nos Grupos abertos, pessoas desconhecidas por mim e entre si, inscrevem-se para participar com acesso gratuito geralmente.

Este grupo, especificamente, foi realizado em uma casa de terapias, onde eu alugava um período, agendava a data com um tema especifico e divulgava em redes sociais.

No círculo formado pelos participantes, ao surgir a informação de um deles, esta se torna a questão do grupo naquele momento.
Em certo momento, fizemos um movimento que nos remetia a uma situação da inquisição. Logo após, solicitei ao grupo, um a um, que falasse sobre o acontecido individualmente. Assim, treinamos a percepção e tiramos o medo de falar sobre certos assuntos ocultos.

Uma das participantes falou com sua certeza: Acho que foi muito machista!

Eu expliquei, demonstrei e enfatizei que o ocorrido naquele movimento se remetia a uma situação da inquisição e estávamos falando da idade media e somente isto.

Pedi ao grupo de maioria feminina, as argumentações sobre esta visualização e contestação de machismo.

Quase em uníssono e depois individualmente, todos haviam percebido que havia sido um movimento de “reconstituição” de um trauma ou de uma memória de uma outra época. Consequentemente, falar em machismo seria o último argumento válido, já que pessoas haviam morrido por suas crenças e práticas religiosas.

O que quero relembrar e enfatizar com esta história?

Todos concordam que a aceleração do último século deixou a humanidade bem perturbada. Tentamos entender milhares de anos passados de tradição e comportamento continuo e, de certa forma, equilibrado, com a visão pós modernista de hoje.
Sem entrar na questão política, o importante é analisar cada fato no seu grupo e tempo ocorrido.

No inicio do século XX, deu-se inicio a materialização de um projeto que envolveu o planeta. Isto propagou-se pelo mundo e amplia-se cada vez mais. Sem considerar certo e errado, culpados e inocentes, este grupo considera tudo do outro grupo errado e vice-versa.

Esta pessoa que considerou o ato sexista em primeiro lugar e não religioso é ativista deste projeto citado, mas, nem por isso, com paciência e explicando o objetivo reconciliador e pacificador do movimento, deixou de compreender a grandeza daquele trabalho de reposicionamento sistêmico, considerando os fatos que estão em nossa alma individual e coletiva.

Após isto, ela foi ao atendimento individual e fizemos uma parceria de divulgação. A sua reação havia sido ao fato e não a mim.


Existem fatos e situações onde o discurso vago se perde facilmente.

Faz-se necessário conhecimento, tempo e paciência, as vezes, também, chamados de caridade e compaixão, para mostrar a estes indivíduos presos em ideias fixas e temporais a longa história de nossa alma com a possibilidade de caminhar para frente se taparmos os buracos deixados para trás.

Não há dúvidas de que esta questão permanece atual. É comum ouvirmos a expressão “caça as bruxas” . Mas, quem são as bruxas de hoje?

Comente. Esclareça suas dúvidas. Agende uma sessão. Participe de nossos grupos.

Neo Cavalcante – Ritos e terapias

ByNeo Cavalcante

Sou conhecido por Nelsom Cavalcante e nesta missão chamam-me por Neo. O porquê destes nomes te contarei pessoalmente, pois são histórias intimas e familiares, e pode ter certeza, contarei muitas de minhas experiências para você.. Minha jornada começa quando ainda criança, percebi que me apeteciam temas diferentes dos normalmente discutidos e interessantes para as crenças de minha família, de meus amigos, de minha idade, da crença do grupo ao qual eu pertencia, Se você tem este diferencial de olhar além, sente-se, também, um excluído de seu sistema. Em geral, os membros do sistema são preguiçosos e estão estagnados quando não estimulados pelas ovelhas desgarradas. Ouça este áudio para compreender melhor sobre o que estou falando, aproveite para se inscrever e divulgar o canal nosso material: https://youtu.be/5sxNRF7ypA0 Falaremos mais sobre sistemas e pertencimento em diversas outras oportunidades. Este tema é essencial para compreensão de minha trajetária e de seu posicionamento sistêmico, para assim, abrir-se a possibilidade de mudança para o equilíbrio em todos os campos de sua vida através da sintonia e harmonia com sua missão. Ao perceber algo que a maioria não vê, surgem duas questões importantes: • ou, somos tratados como loucos ou como muito inteligentes, • ou, ainda, inteligentes que ficaram loucos quando as informações começaram a incomodar seu grupo. Quer entrar em contato comigo e saber mais sobre mim? Utilize o formulário na página de contatos ou o Telegram

Deixe um comentário